10/10/2013

Parque Nacional do Iguaçu inicia operação com ônibus híbrido da Volvo



by Comunicação Corporativa

O Parque Nacional do Iguaçu esta adotando os ônibus híbridos da Volvo para fazer o transporte de visitantes dentro da unidade de conservação.

Os primeiros três, dos cinco carros adquiridos pela concessionária Cataratas do Iguaçu S/A, responsável pelo serviço de transporte dentro do parque, foram entregues hoje, 08 de outubro. Os cinco novos ônibus serão integrados à frota já existente, formada por 13 veículos.

Movido a eletricidade e a diesel, o híbrido da Volvo reduz em 50% a emissão de gases poluentes em relação aos ônibus com tecnologia Euro 5. Em relação aos veículos com tecnologia Euro 3, que circulam no parque atualmente, a redução de emissões é ainda maior, atingindo 90%.

"O nosso híbrido está totalmente alinhado à proposta de preservação do meio ambiente do Parque Nacional do Iguaçu e às atuais demandas por transporte sustentável, tanto do ponto de vista econômico quanto do ambiental", afirma Luis Carlos Pimenta, presidente da Volvo Bus Latin America.

Os ônibus terão uma carroceria especial double deck e vista panorâmica, para que todos os visitantes transportados tenham ampla visibilidade do Parque Nacional do Iguaçu, proporcionando maior contato com a natureza.

"A opção pelo transporte híbrido atende uma necessidade do Parque, que é a de permitir a circulação de veículos pelas dependências da unidade de conservação causando o menor impacto", afirma o chefe do Parque Nacional do Iguaçu, Jorge Pegoraro. O Parque Nacional do Iguaçu abriga o maior remanescente de Mata Atlântica da região sul do Brasil e protege uma riquíssima biodiversidade, constituída por espécies representativas da fauna e flora brasileiras, das quais algumas ameaçadas de extinção.

Os ônibus que circulam na área interna do Parque Nacional do Iguaçu transportam em média, por ano, 1,2 milhão de passageiros, o equivalente a 80% do total de turistas que visitam a unidade. Em média, cada veículo faz entre cinco e 15 viagens, com saídas do Centro de Visitantes e vai até o espaço Porto Canoas que é o ponto final do circuito.

Menos emissões

Os ônibus híbridos da Volvo consomem até 35% menos combustível e, consequentemente, emitem 35% menos gás carbônico. "Em um ano de operação, o veículo deixa de emitir 33 toneladas de CO2 comparado aos veículos à diesel com a mesma capacidade de passageiros", explica Fábio Lorençon, coordenador da engenharia de vendas da Volvo Bus Latin América.

Além disso, o híbrido emite 50% menos material particulado (fumaça) e NOx (óxidos nocivos à saúde), em relação aos veículos com tecnologia Euro 5. Outra vantagem é que é mais silencioso que os ônibus movidos a diesel e, quando está parado nos pontos de embarque e desembarque de passageiros, não emite ruído.

Modelo de negócio

Com o início da produção de ônibus híbridos em Curitiba, em junho do ano passado, a Volvo criou um novo modelo de negócio. A venda dos híbridos inclui um pacote de soluções que garante a tranquilidade e a segurança dos operadores de transporte. Neste pacote estão incluídos, além do chassi, a manutenção plena do veículo - desde a troca de óleo até reparos -, mecânicos especializados, equipamentos e ferramentas para trabalhar na garagem do cliente.

"Ampliamos a nossa oferta de planos de manutenção plena, disponíveis para os veículos 100% à diesel, para os híbridos, propiciando aos operadores todo suporte e disponibilidade a um custo fixo equivalente por quilômetro rodado", informa Euclides Castro, gerente de ônibus urbanos da Volvo Bus Latin América.

Outro diferencial deste modelo de negócio é que a bateria do motor elétrico não é vendida. A empresa assina com o cliente um contrato de prestações mensais que cobre qualquer reparo e trocas da bateria até o final da vida útil do veículo.

"Ao assumir a responsabilidade pela bateria, garantimos aos nossos clientes um custo linear, sem riscos e sem surpresas. Além disso, asseguramos uma destinação final ambientalmente correta quando substituída por uma nova", reforça Castro.

A bateria desenvolvida pela Volvo para os ônibus híbridos é a mais avançada do mercado. Com apenas 200 quilos, permite que o veículo transporte a mesma quantidade de passageiros que os ônibus equivalentes (até 90 passageiros).

Tecnologia

O ônibus híbrido tem uma tecnologia revolucionária e é a solução híbrida mais avançada já desenvolvida. Chamada de "Híbrida em Paralelo", foi projetada para um ônibus com dois motores, um a diesel e outro elétrico, que funcionam em paralelo ou de forma independente. O motor elétrico é utilizado para arrancar o ônibus e acelerá-lo até uma velocidade de aproximadamente 20 quilômetros por hora.

O motor diesel entra em funcionamento em velocidades mais altas. A cada vez que se acionam os freios, a energia de desaceleração é utilizada para carregar as baterias. Quando o veículo está parado, seja no trânsito, em pontos de ônibus ou em semáforos, o motor diesel fica desligado.

Flickr da Volvo do BrasilAcesse o álbum de imagens deste release no Flickr


Mais informações,

Milena Miziara - Grupo Volvo América Latina
Assessoria de Imprensa - Comunicação Corporativa
Tel.: +55 41 3317- 4255 ou 9923-1164
E-mail:
milena.miziara@volvo.com

Printer friendly version