Protótipos para pontos de ônibus que são seguros e sustentáveis

Pontos de Ônibus Sustentáveis | Mobilidade Volvo

Grandes cidades possuem também grandes problemas e a mobilidade urbana é um deles. No Brasil, por exemplo, muitos municípios cresceram desordenadamente sem um planejamento urbano adequado. O transporte público é o principal tema nas discussões atuais e fatores estruturais, como pistas exclusivas e pontos de ônibus que ofereçam conforto sem prejudicar o fluxo do local, começam a ser priorizados. Dentre essas recomendações, existem três principais aspectos devem ser considerados. Confira abaixo cada um deles:

Parada na calçada
É comum nas cidades encontrar os pontos de ônibus instalados em calçadas. O principal motivo de usar essa localização é o baixo custo e a rapidez na implementação. Segunda a NACTO (National Association of City Transportation Officials), esse tipo de parada deve ser banida das calçadas que são estreitas e deve-se pensar em outros pontos de desembarque. E mais: ela sugere que, nesses casos, hajam faixas exclusivas para ônibus pintadas com cores chamativas.

Embarques laterais em corredores centrais
Em alguns países é comum que a pista central das grandes avenidas seja exclusiva aos ônibus e o embarque aconteça em plataformas elevadas em áreas centrais das vias. Esse tipo de desenho é tido como um dos mais seguros para os passageiros e a solução estrutural mais adequada, levando em consideração a otimização de espaços urbanos.

Paradas em vias terminais
Em outros países elas são conhecidas como vias terminais, enquanto que aqui no Brasil temos as estruturas chamadas de “Terminais”, onde se localizam diversas linhas de ônibus. É recomendado que essas áreas sejam sempre bem sinalizadas com as paradas correspondentes a cada linha de ônibus, além de possuírem adaptações especiais em braile para passageiros com visão reduzida.

Mais do que essas ações, é preciso haver planejamento para que nenhum ponto tenha o seu fluxo comprometido, as calçadas fiquem livres para a passagem de pedestres e as vias possuam fluidez para atender a demanda diária.

 

 

 

Este artigo foi produzido com base em pesquisa realizada nos principais canais de informação do mercado de transporte. As afirmações contidas aqui não necessariamente representam o posicionamento da Volvo.